GARE - NOTÍCIAS

 

 

 

 

 

A Gare – Associação para a Promoção de uma Cultura de Segurança Rodoviária irá receber a visita do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Dr. Emídio Guerreiro no próximo dia 23 de Outubro às 14h45.
Estas visitas a associações juvenis das regiões do Algarve e Alentejo integram o projeto do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ, I.P.) designado Roteiro do Associativismo. São realizadas em parceria com as plataformas de representação do Associativismo Jovem, CNJ - Conselho Nacional de Juventude e FNAJ - Federação Nacional de Associações Juvenis,
Para o Secretário Estado, Dr. Emídio Guerreiro “esta iniciativa pretende conjugar o conhecimento e o reconhecimento do movimento associativo juvenil, procurando melhor perceber as realidades associativas dos jovens, a integração nas suas comunidades, bem como alguns dos seus projetos de referência”.
“Queremos promover as boas práticas associativas e iremos percorrer e conhecer várias realidades. Desde associações que têm um papel importante na integração de jovens em risco, em comunidades mais urbanas, como outras, integradas em meios rurais, que procuram preservar o património histórico, etnográfico e ambiental das suas aldeias. Em comum, a vontade de participar na melhoria de vida das comunidades.”
O Roteiro do Associativismo pretende promover o Associativismo Jovem e o intercâmbio interassociativo. Materializa-se num microsite disponível a partir do portal da juventude em www.juventude.gov.pt no qual as Associações Juvenis se registam, e permite conhecer, através desta plataforma de base interativa e georreferenciada, os recursos, projetos e atividades do Associativismo Jovem. Conta atualmente com cerca de 324 associações juvenis inscritas.

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

Portugal celebrou o Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada


Hoje é dia de aprender com o passado

Porque todos os dias são dias de aprender, o Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada é um excelente dia para aprender com o passado, evocando neste dia a memória de todos aqueles que perderam a vida na estrada e que nós, que os perdemos, todos os dias lembramos.

Este dia serviu para ouvir testemunhos, para falar da presença e da ausência, do antes e do depois, do apoio e da falta dele, das pessoas e das instituições, dos valores, dos erros e à nossa maneira, dar algum alento a nós próprios e às famílias, aos que cá ficam e lidam todos os dias com a ausência, a saudade e muitas vezes também com a raiva.

A GARE, Associação para a Promoção de uma Cultura de Segurança Rodoviária enquanto membro da Estrada Viva – Liga Contra o Trauma, organizou pela nona vez consecutiva a celebração do Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada, em Évora, tendo participado também na celebração nacional realizada em Cascais.

Em Évora, este dia ficou marcado pela marcha da Praça do Giraldo até ao Jardim da Memória, participada por dezenas de pessoas e entidades, abrindo a marcha um grupo de jovens escuteiros e encerrando-a um grande grupo de motards de diversos clubes. No Jardim da Memória, a evocação das vítimas é concretizada através da deposição no memorial de uma vara, enquanto a fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Évora executava uma interessante exibição ou se ouviam algumas obras tocadas por um “ensemble” de trompetes do Eborae Musica, ou ainda se escutavam as vozes da Tuna da Universidade Sénior. Quando as sirenes tocaram os pombos foram largados e desta forma se encerrou a celebração.

Em Cascais, após uma Simulação de atropelamento na passadeira em frente aos Paços do Concelho de Cascais realizou-se uma sessão solene no Salão Nobre dos Paços do Concelho, aberta por Rui Zink, com testemunhos de familiares de vítimas (Filomena Araújo da GARE, Maria Emília Pires de A Nossa Âncora e outras 2) e com intervenções da Dra. Gregória Von Amann da Direcção Geral da Saúde, do Eng. Paulo Marques, Presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária e Dr. Carlos Carreiras Presidente da Câmara Municipal de Cascais.

Após esta sessão solene houve uma concentração na “esplanada dos pescadores”, na baía de Cascais, onde se procedeu a um minuto de silêncio em memória das vítimas da estrada findo o qual se procedeu à largada de 502 balões negros e brancos, um por cada vítima mortal registada nas estradas portuguesas de Janeiro a 7 de Novembro deste ano, enquanto se ouvia um momento musical a cargo de músicos da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras e se procedia à deposição de uma coroa de flores num memorial temporário.

Entretanto em dezenas de pilaretes em frente da baía de Cascais foram colocadas cruzes, uma flor e um cartão, contendo uma mensagem com um nome e uma idade.

Embora este ano esteja a ser reconhecidamente duro para todas as entidades, e particularmente para organizações não-governamentais, a celebração do Dia da Mundial em Memória das Vítimas da Estrada, em Évora ou em Lisboa, revelou-se de grande dignidade, só possível devido às parcerias eficientes que estabeleceram.

Em Évora a GARE entende ser justo agradecer às seguintes entidades: Delegação de Évora da Cruz Vermelha Portuguesa, Eborae Musica, Tuna da Universidade Sénior de Évora, Grupo de motards O Templo, Hot Roads, Romanos de Eborae, Clube Columbófilo de Évora, PSP Évora, Delegação Regional do Alentejo IPDJ, Câmara Municipal de Évora, Agrupamento de Escuteiros 37, Bombeiros Voluntários de Évora, AUDEX e Grupo Diário do Sul

A Direcção da GARE

 

 

Programa Forum

I Cross BorderForum on Road Safety Flyer

 

 

 

. . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . .