GARE - QUEM SOMOS?

A GARE – Uma Pequena História

A 21 de Novembro de 2004, um conjunto de pessoas em nome individual e colectivo mobilizou-se em Évora para  homenagear todas as pessoas que tinham sido vítimas das estradas portuguesas, unindo-se ao resto do mundo na  celebração do Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada.


Évora serviu de exemplo ao país e centenas de pessoas uniram-se ao longo do dia para mostrar que a realidade é  ainda bastante negra e temos ainda um longo caminho a percorrer para acabar com esta epidemia que diariamente  ceifa vidas nas estradas e ruas de Portugal.


Apesar de na altura sermos apenas um conjunto informal, sob a égide da Estrada Viva – Liga Contra o Trauma,  conseguimos reunir apoios das áreas mais diversas da sociedade e temos a certeza de que conseguimos levar a cabo  um conjunto de iniciativas dignas da memória das vidas que se perderam ou das vidas que deixaram de ser vividas.


Os resultados desse dia estão ainda hoje bem presentes na memória colectiva e simbolizados no Memorial “Uma  Pessoa, Uma Vara” que ainda hoje se encontra à entrada da cidade.


Apesar de inicialmente não termos qualquer pretensão de nos constituirmos como uma associação formal, a receptividade que tivemos do exterior não nos podia deixar ficar indiferentes.


Em nós e nos outros, sentimos a vontade e a
necessidade de continuar o trabalho e continuar a lutar, porque acreditamos que os outros somos nós e, por isso, somos nós que podemos fazer diferença.

É assim que a 11 de Abril de 2005 é constituída a Associação para Promoção de uma Cultura de Segurança  Rodoviária, denominada como GARE.